O órgão estadunidense responsável pelo registro de patentes concedeu ontem à Apple a patente sobre “um dispositivo eletrônico com display flexível”. O documento descreve um celular com uma tela que pode ser dobrada sobre si mesma, de maneira semelhante a um livro.

Em vez de usar dois painéis separados unidos por uma dobradiça, a empresa pretende criar uma tela que seja, ela mesmo, flexível. Para isso, segundo o Patently Apple, ela usaria uma série de tecnologias diferentes, tais como um adesivo transparente para colá-la ao resto do dispositivo. Embora a Apple tenha solicitado a patente no dia 22 de setembro de 2016, ela só foi publicada agora.

De acordo com o MSPoweruser, há uma série de outras tecnologias interessantes detalhadas no documento, o que indica que a Apple já está num estágio relativamente avançado da pesquisa sobre um iPhone dobrável. Por exemplo: a tela do dispositivo usaria estruturas de nanotubos de carbono para previnir a corrosão dos componentes durante as dobras da tela.

Além disso, a Apple também levanta a possibilidade de usar um “metal de memória de forma” para o corpo do celular. Esses metais, ou ligas de metais, são flexíveis e retêm seu formato após serem dobrados. Dessa forma, seria possível unir a resistência dos metais a uma forma dobrável que se mantêm mesmo quando o usuário não a utiliza.

No entanto, vale ressaltar que todas essas tecnologias, por enquanto, são apenas uma patente. Como é sempre o caso das patentes, não se sabe se a empresa vai, de fato, desenvolver as ideias contidas nela até incluí-las em um produto comercialmente disponível. E ainda que isso aconteça, também não é possível saber quando ele chegará. Mas com os rumores de que a Samsung pode estar a lançar um aparelho dobrável na linha Galaxy, a Apple faz bem em ficar de olho na tecnologia.

 

Fonte: OlharDigital

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry