Roland Borsky é o dono do que é provavelmente a maior coleção de computadores da Apple no mundo todo, ultrapassando, inclusive, a que existe no museu da Apple em Praga, na Tchéquia. A coleção, porém, está à venda pois o técnico de manutenção de computadores não pode mais pagar o aluguel do imóvel que a abriga, na Áustria.

O problema para Borsky começou quando a Apple abriu uma loja oficial em Viena e “roubou” todo seu trabalho em consertar computadores da marca. Com a diminuição da demanda, a vida foi ficando complicada para o técnico, que reunião sua coleção ao longo dos anos e as armazena em um galpão alugado que está difícil de pagar.

Pechincha

Borsky, então, está colocando à venda sua coleção por um valor entre 20 mil e 30 mil euros, algo entre R$ 85 mil e 127,5 mil. Seu desejo real é que o comprador disponibilize a coleção para visitação do público, de maneira que as pessoas possam desfrutar da chance de conhecer os modelos raros que ele reunião.

Caso não encontre compradores, o técnico lamenta o risco de ter que jogar fora sua coleção: “Ela será destruída. Isso é o que mais me incomoda, porque atualmente não posso alugar um espaço de armazenamento que eu possa pagar”, disse ele.

Fonte: TecMundo

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry