Avanços no campo da inteligência artificial foram o centro das atenções no Google I/O 2018, evento anual sobre as novidades da empresa a desenvolvedores. A tecnologia marca inovações principalmente no Google Assistente, mas outros produtos populares do Google não ficaram de fora. Gmail, Fotos, Android e outros serviços também devem ficar mais “espertos” em breve.

A companhia crê que a inteligência artificial é o motor para resolver problemas reais, e o evento deste ano ofereceu a primeira amostra ampla de mudanças que estão por vir. Veja a seguir sete promessas da gigante da Internet.

1. Google Assistente mais fluido

O Google Assistente é o carro-chefe quando se trata de inteligência artificial. Durante o evento, o Google anunciou uma maneira mais fluida na conversação do recurso, que permite ao usuário continuar a fazer perguntas sem acionar o comando “Hey, Google” (substituto ao atual “Ok, Google”) todas as vezes. A ideia torna possível uma maneira mais natural de interagir, sem as interrupções frequentes necessárias hoje em dia para continuar com o domínio da máquina.

Essa evolução, segundo o Google, é proporcionada a partir de uma compreensão melhor do sistema em relação à linguagem humana. Assim, o Assistente sabe com mais facilidade quando o usuário dá continuidade a uma interação ou está apenas em uma conversa com alguém ao lado.

Além disso, o recurso presente no Android — e, em breve, no Android TV— receberá seis novas vozes, inclusive a do cantor John Legend. Ainda não está claro, porém, quando essas novidades serão disponibilizadas em português, no Brasil.

2. Google Duplex

A evolução da capacidade linguística do Assistente foi mostrada de maneira mais impressionante no Google Duplex. Ainda em fase de testes, a função dá à inteligência artificial do Google a capacidade de efetuar ligações para iniciar conversas com pessoas reais. Na demonstração, a máquina ligou para um salão de beleza e, conforme a orientação prévia do usuário, marcou um horário com a atendente.

Apesar de questionamentos em torno da viabilidade desse tipo de tarefa, fica evidente o aprimoramento que a tecnologia ganha para entender a língua e falar como um humano. Em inglês, a máquina usa expressões como “hummm” e “ééé”, indicadores de hesitação para soar mais realista para quem ouve. Depois da demonstração, o Google disse ter decidido incluir um aviso no começo da conversa para deixar o interlocutor saber que se trata de um robô.

3. Texto automático no Gmail

Aprimoramentos de linguagem também foram usados na função Composição Inteligente do Gmail. Ao digitar uma mensagem no navegador, o usuário recebe sugestões e pode clicar na tecla “Tab” para continuar o texto automaticamente, conforme previsto pela máquina. O recurso é similar a um teclado para celular.

Segundo o Google, a novidade ajuda a economizar tempo com a diminuição da escrita repetitiva e a chance de erros ortográficos e gramaticais. A máquina pode até sugerir frases contextuais relevantes, como a saudação “Tenha um ótimo fim de semana!” no encerramento do e-mail, de acordo com o dia da semana. Já liberado nos EUA, a função de autocompletar inteligente não tem previsão de chegada ao Brasil.

4. Edições no Google Fotos

A IA do Google também está mais aperfeiçoada para reconhecer imagens, e um dos reflexos dessa melhoria está no serviço de hospedagem de fotos. Já chega para todos, inclusive no Brasil, uma função do aplicativo com base na análise de inteligência artificial para sugerir ajustes automáticos mais certeiros de brilho, cor e contraste. O app também está mais capacitado para reconhecer pessoas presentes em fotos, com sugestões mais rápidas de compartilhamento com amigos.

5. Google Lens

Outro destaque está relacionado ao Google Lens, recurso de identificação de elementos a partir da câmera do celular. Com ele, será possível obter informações online sobre pessoas, animais e objetos no mundo real e com isso, abrir caminho para uma experiência mais completa de compras via Internet. A máquina também será apta a ler textos em papel, como cardápios e bulas de remédio, e oferecer definições e outros dados na busca do Google sem precisar digitar nada.

O Lens será oferecido no Brasil a partir de maio, diretamente na câmera de alguns aparelhos Android. Por enquanto, a função está prevista para modelos de LG, Motorola, Sony e Asus. Celulares da Samsung, que contam com a assistente Bixby, ficam inicialmente de fora.

6. Android mais adaptativo

O Google anunciou aplicações de inteligência artificial previstas para o Android P, próxima versão do sistema de smartphones. Os destaques vão para recursos que adaptam o celular para as preferências do usuário automaticamente, como o brilho da tela e o uso de bateria pelos apps mais importantes.

O software também promete analisar o uso do aparelho para oferecer sempre informações rápidas, como os apps ativados em certa hora do dia. Além de agilizar tarefas, a ideia é economizar o máximo de energia para deixar o telefone mais tempo longe da tomada.

7. Novo Google News

O Google News foi completamente reformulado com ajuda de inteligência artificial. A empresa usa seu algoritmo habilidoso, para vasculhar a web constantemente para alimentar um sistema de coleta das principais notícias sobre qualquer tópico, com entendimento do contexto. O robô usa a localização e os interesses do usuário, entre outras variáveis, para entregar um pacote coeso de informações para leitura.

Os estudos da IA aplicados a um leitor de notícias resultam em funções como o botão “Cobertura completa”, com um feed sobre determinado acontecimento. O Google reúne as publicações mais relevantes e as agrupa em uma lista para facilitar o entendimento do leitor. Além disso, o app também exibe, em alguns conteúdos, pequenos trechos da matéria para ajudar o usuário a decidir se deve clicar naquele conteúdo.

Fonte: TechTudo

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry