Desde que o iOS 11 foi lançado, uma série de problemas estranhos foram detectados. Mais do que pequenos glitches, esperados com atualizações do sistema operacional, os bugs beiram o bizarro, como uma calculadora que faz contas erradas.

Calculadora que faz contas errado

O app de calculadora padrão do iOS teve um problema esquisito. Ao digitar rapidamente “1+2+3”, o resultado apresentado é de 24 e não de 6, que é a resposta correta. O aplicativo, na verdade, acaba ignorando o segundo sinal de adição e calcula “1+23”. O mesmo erro também acontece em outros cálculos.

Aparentemente, o problema está na lentidão da animação da calculadora. Ao tocar nos números e símbolos, o botão fica um pouco mais claro para indicar em qual deles a pessoa está tocando. Mas, ao digitar rápido, o aplicativo não dá conta de todas as animações e deixa de registrar os comandos.

Impossibilidade de usar uma letra

O bug faz com que sempre que o usuário digite “I” o texto seja substituído por outra coisa. E o mais estranho é que, ao copiar o texto com a palavra trocada e colá-lo em outro lugar, o “I” retorna, como se não tivesse sido substituído.

O teclado da Apple sempre substitui “I” por “A [?]”, ou “# [?]”, ou “! [?]”, sendo o “[?]” um caractere indefinido do Unicode. A solução temporária divulgada pela Apple envolve entrar em Ajustes, depois Geral, Teclado e, dentro de Substituição do Texto, adicionar “I” em frase e “i” em Atalho.

Acessar fotos do celular mesmo com a tela bloqueada

Essa vulnerabilidade de segurança foi detectada nas primeiras versões do iOS 11, atingindo qualquer iPhone, iPad ou iPod Touch rodando até o iOS 11.1 beta. A única coisa que o invasor precisava saber sobre a vítima são Apple ID ou o número de telefone.

A brecha era bastante simples de ser executada. No vídeo demonstrado pelo canal iDeviceHelp, o autor simplesmente executa apenas seis passos muito básicos que, confundiam o aplicativo de mensagens da Apple durante uma ligação, permitindo ganhar acesso total ao app com a tela bloqueada, o que permite acessar a galeria de imagens do aparelho e enviar as fotos para outro celular por mensagem.

Problemas sérios de autonomia de bateria

O lançamento do iOS 11 foi marcado por um problema grave de queda na autonomia de bateria dos iPhones. Usuários relataram que o tempo útil de uso do aparelho com uma recarga chegou a cair pela metade em comparação com o iOS 10.

Além disso, a Wandera, empresa especializada em segurança móvel, publicou um estudo revelando que a versão mais recente do sistema operacional pode “comer” a bateria do dispositivo mais de duas vezes mais rapidamente que a anterior.

O iOS 11.1, primeira grande atualização do iOS 11, tem como uma das principais vantagens um melhor gerenciamento de bateria, então o problema deve ser amenizado.

Não dá para desligar o Wi-Fi ou o Bluetooth pela Central de Controle

Se você tentar desligar o Wi-Fi ou o Bluetooth do seu aparelho a partir da nova Central de Controle, acessível deslizando o dedo de baixo para cima da tela, o sistema não desliga o Wi-Fi ou o Bluetooth de verdade. Não é, na verdade, um bug, mas um recurso proposital, ainda que estranho. A ideia é não desconectar o aparelho completamente, permitindo conectividade com acessórios como o Apple Watch, o Apple Pencil, a Apple TV e o AirPlay.

Quando você tenta desligar esses recursos pela Central de Controle, a única coisa que ele faz é desconectar o que estiver conectado, mas o sinal de rádio continua sendo emitido. Isso pode ter desdobramentos em eficiência de bateria, recepção de sinal de telefonia celular e até mesmo na segurança das informações do usuário.

Para desligar efetivamente o Wi-Fi ou o Bluetooth, a opção é ir até o aplicativo de Ajustes do iOS e realizar o desligamento total do recurso.

Fonte: OlharDigital

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comments

comments