Todo mundo que acompanha as notícias sobre o mercado de tecnologia sabe que o próximo iPhone chegará ao Brasil com preço alto, mas uma informação veiculada no fim de semana mostra que ainda há espaço para se surpreender quando o assunto é o valor do smartphone da Apple.

No domingo, 1, o colunista do jornal O Globo Lauro Jardim publicou uma curta nota afirmando que o iPhone 8 Plus de 64 GB desembarcará no Brasil custando R$ 6.500. De acordo com ele, as operadoras foram avisadas de que “o iPhone 8 Plus chega ao Brasil entre a última semana de novembro e a primeira de dezembro”.

A publicação gerou burburinho, obviamente. Afinal, o iPhone mais caro no Brasil hoje é o iPhone 7 Plus de 128 GB e ele custa R$ 4.300, então o valor apontado por Jardim significaria um salto de R$ 2.200 por um aparelho com metade da capacidade de armazenamento do atual top de linha.

Um dos que estranharam a notícia foi Rafael Fischmann, do MacMagazine, que, mesmo ressaltando ainda não ter recebido informações sobre os próximos lançamentos da Apple, garante que Jardim está equivocado.

Usando como exemplo os iPhones SE de 32 GB, 6s de 128 GB e 7 Plus de 32 GB, Fischmann apontou que os fatores de multiplicação na comparação entre os preços brasileiros e americanos são de, respectivamente, 5,7, 5,5 e 5,7 vezes.

Tendo esse padrão como base, chega-se à conclusão de que o aparelho mais provável de aparecer no Brasil custando R$ 6.500 é o iPhone X de 256 GB, o que sugere que as fontes de Lauro Jardim passaram informação próxima da realidade, mas imprecisa.

“A própria previsão de lançamento do post de Jardim, ‘entre a última semana de novembro e a primeira de dezembro’, também corresponde mais com o que acreditamos que seja a época da chegada do iPhone X”, escreveu o jornalista do MacMagazine, que acrescentou: “Os iPhones 8/8 Plus, que já estão à venda lá fora, provavelmente serão lançados aqui no Brasil até o fim deste mês de outubro — segundo ouvimos.”

Fonte: Olhar Digital

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry